segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

POEMAS DE DEZEMBRO

[ Que DEZEMBRO chegue com doçura
e abra nossos corações às promessas de Luz e Paz!... ]
Quem me acode à cabeça e
ao coração
neste fim de ano, entre
alegria e dor?
Que sonho, que mistério,
que oração?
Amor.

( Dezembro de 1985 )

Fonte da imagem: Bat. Designz



Fazer da areia, terra e água
uma canção
Depois, moldar de vento
a flauta
que há de espalhar esta canção
Por fim tecer de amor
lábios e dedos
que a flauta animarão
E a flauta,
sem nada mais
que puro som
envolverá o sonho
da canção
para todo o sempre, neste
mundo
( Dezembro de 1981 )

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
Fonte da imagem: http://www.artesobremadera.com/











2 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Sim, “Sorella”!
Que nos renove também a Esperança e a Alegria, fortalecendo-nos o bom ânimo.
Belas imagens! Doces poemas!
Carinho grande,
Benja.

Janah Lourenzo disse...

lindos textos!!!


belas imagens!!


tudo perfeito!!!


bjoos!

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...