quarta-feira, 13 de julho de 2016

PROTESTO


"O Rio de janeiro continua lindo!"...
Mas a EDUCAÇÃO PÚBLICA
 sucumbe a olhos vistos,
 sem "AQUELE ABRAÇO"!...

CONGRESSO DE ANDORINHAS


( Numa manhã, em Atafona - São João da Barra... )


Lembrou-me um poema de MANUEL BANDEIRA:

Andorinha


Andorinha lá fora está dizendo:
— "Passei o dia à toa, à toa!"


Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste!
Passei a vida à toa, à toa . . .

Leia mais: http://www.luso-poemas.net/modules/news03/article.php?storyid=529 © Luso-Poemas

quarta-feira, 29 de junho de 2016

CONTRASTIVA



Sou
de
brisa,
sopro
leve,
melodia
colorida
e solfejante
sobre a pele...

Sou de lua
e ventania;
reviravolta
de ondas,
transmutação,
maresia...

Se, às vezes
sou revoada,
muitas outras,
sou trovão;
por muito,
falo 
calada; 
por pouco,
toco trombetas;
sou 
o rugido
da fera
em fina
camada
de estrelas...

Contrasto
comigo
mesma,
minha essência
me procura...

Em meio 
aos desalinhos,
o que me resta
é ser ninho -
recanto de
passarinhos
forrado de
tessituras...

sábado, 23 de abril de 2016

O QUE CANTO


(A todos aqueles que perseveram nos ideais comuns e nobres!...)

Aquilo que canto
é o que me comove,
o que me devolve
o gosto verde 
da esperança!...


 O que canto
é o que me produz
sobressaltos
e alija a neutralidade
dos gestos banais...

O meu canto 
é somente um grão,
uma nota a mais
na sinfonia do futuro...

(Porque a Vida
nos pede "socorro!"-
não é mais tempo 
de construirmos muros...)

sábado, 2 de abril de 2016

ENLUARADO


Na ponta 
dos olhos,
um trajeto 
lunar.

Nesgas 
de tons
vão compondo
a bagagem
enquanto 
o tempo
emudece.

(Certos 
rumos
são  ponte
para 
a voz 
do infinito;
outros,
por si,
são
somente 
prece...)

( Desconheço a autoria da imagem)

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...