sábado, 30 de novembro de 2013

PREPARO DO NATAL



Vou  preparar meu Natal...

Lembrar que tenho uma estrela
que me guia todo dia
ao encontro da LUZ!...

Vou  conversar com os anjos,
ouvir sua notícia de Paz,
me harmonizar com o Céu...

Vou seguir, com os Reis Magos,
os sinais do advento;
e aprender, com Maria,
o sentido da ternura...

Vou calar meu coração...

Porque o silêncio anuncia
a lição da manjedoura,
e é preciso ter lugar
para leveza e poesia...
   

sábado, 23 de novembro de 2013

OFÍCIO

 
"Like a bridge
over troubled waters,
I will lay me down..."
 
 ( Ponte Fabrício em Roma - Itália)
 
A esperança
é um delicado ofício -
carece de  construção...

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

CALMARIA

(...)
"Levar a vida como se fosse poesia, pra ver detalhes 
Que por ora eu não via
Depois da chuva sempre vem a calmaria 
E lava a alma, lava o nosso dia-a-dia"
 (...)

(VS)

Fonte da imagem: www.vertigopop.com.br

EM TEMPO!


IL MIO SOGNO

PARA LEMBRAR...


Mesmo que o tempo emudeça
as cores de cada dia,
é Primavera ainda...





DEFINIÇÃO


DIGA AÍ:


quarta-feira, 13 de novembro de 2013

LIÇÃO


Tarde, a vida me ensina
esta lição discreta:
a ode cristalina
é a que se faz sem poeta.

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
Imagem de autor desconhecido

domingo, 3 de novembro de 2013

PÉTALAS

Violetas derramam luz roxa
no parapeito branco da janela.
Toco em suas folhas de veludo escuro,
e por um momento
minhas mãos se tornam pétalas.

ROSEANA MURRAY


Fonte da imagem:
 www.alex-spirituale.blogspot.com

CLICK!


"CANYON ENSOLARADO"

ESSENCIAL É....

BUSCAR O ALIMENTO


DO AMOR!

PARA REPARTIR COM TODOS

Com este canto te chamo,
porque dependo de ti.
Quero encontrar um diamante,
sei que ele existe e onde está.
Não me acanho de pedir 
ajuda: sei que sozinho
nunca vou poder achar,
mas desde logo advirto:
para repartir com todos.

Traz ternura que escondes
machucada no teu peito.


 Eu levo um resto de infância
que meu coração guardou.
Vou precisar de fachos
para as veredas da noite
que oculta e, às vezes, defende
o diamante.

                 Vamos juntos.
Traz toda luz que tiveres,
não te esqueças do arco-íris,
que escondeste no porão.
Eu ponho a minha coronha,
de uso na selva, é uma luz
que se aconchega na sombra.

Não vale desanimar
nem preferir atalhos
sedutores que nos perdem,
para chegar mais depressa.
Vamos achar o diamante
para repartir com todos.
Mesmo com quem não quis vir
ajudar, falta de sonho.
Com quem preferiu ficar
sozinho bordando de ouro
o seu umbigo engelhado.
Mesmo com quem se fez cego
ou se encolheu na vergonha
de aparecer procurando.
Com quem foi indiferente
e zombou das nossas mãos 
infatigadas na busca.
Mas também com quem tem medo
do diamante e seu poder,
e até com quem desconfia
que ele exista mesmo.

                E existe.
o diamante se constroi
quando o procuramos juntos
no meio de nossa vida
e cresce, límpido cresce,
na intenção de repartir
o que chamamos de amor.

THIAGO DE MELLO

sábado, 2 de novembro de 2013

NAMORADOS


Na palavra namorados,
as letras passeiam
de mãos dadas.

Por galerias, sacadas,
os namorados anunciam
o amor
recém-descoberto.

Sem eles, ruas, parques
seriam desertos.

LUIZ CORONEL
Livro: "Vinte Poemas de Amor e Uma Balada"

Fotografia de autoria desconhecida


Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...