domingo, 24 de agosto de 2008

UMA HISTÓRIA REAL

JUAN MANN morava em Londres e teve que voltar a sua cidade natal, Sidney, na Austrália. Entretanto, ao chegar, notou que ninguém fora recepcioná-lo, nenhum amigo ou parente. Sentindo-se só, escreveu as palavras FREE HUGS ( Abraços Gratuitos) em ambos os lados de uma placa, dirigiu-se a um lugar bem movimentado, estendeu-a e esperou por cerca de 15 minutos. Então, uma pessoa se aproximou e lhe contou que, na manhã daquele dia, o seu cachorro havia morrido e que, coincidentemente, era o aniversário de falecimento de sua única filha. Ambos se abraçaram, e o sentimento de solidariedade e felicidade que os envolveu fez JUAN entender que todos temos problemas e que seria sempre interessante encontrar alguém com quem dividi-los para amenizar o sofrimento. Ele sentiu que o abraço seria uma forma eficiente de demonstrar carinho. A sua experiência lhe ensinara a compreender o valor daquele gesto simples!
Resolveu, então, criar a Campanha dos Abraços Gratuitos (Free Hugs Campaign), cujo objetivo era abraçar pessoas em Pitt Street Mall, uma rua de Sidney, apenas para alegrá-las e incentivá-las a fazer o mesmo com outros. Depois de um tempo, a polícia e o conselho da cidade tentaram impedi-lo, mas, com a ajuda de amigos, ele conseguiu uma petição com 10.000 assinaturas, o que resultou na permissão para continuar distribuindo abraços de graça. A campanha tornou-se mundialmente conhecida e tem sido amplamente divulgada através de um videoclip no You Tube. Sem dúvida , uma inicitiva corajosa, um exemplo de sensibilidade para todos nós!


Texto adaptado de http://www.wikipedia.org/


( Imagem de autor desconhecido)

6 comentários:

Carol disse...

Que legal essa estória! Eu não sabia!
Muito sensível esse rapaz! Que distribui afeto livre a todos que querem, gostam e precisam.
=D
Bjão e tenha uma ótima semana!

Marilac disse...

Rose,
Maravilhosa essa iniciativa!
Todos precisamos de um abraço, em alguns momentos precisamos com mais intensidade ainda sentir que não estamos sós e que dias melhores virão!
Eu vi o clip no you tube e acho que a primeira vez que li sobre essa campanha foi no casa de leitura da Carol a algum tempo.

Ana Jácomo diz que "o abraço é também isso: um presente que duas vidas oferecem uma a outra e desembrulham juntas"

um abraço carinhoso
Marilac

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

"Sorella",
Linda história, me fez recorda do texto "Um Copo D'Água" e das palavras de Paulo: "Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo".
Carinho,
Benja.

Lilás disse...

Muito legal a estória, heim!
Você sabia que muitos povos não se abraçam, nem se tocam quase?
Tenho um amigo japonês que foi visitar seus familiares ano passado no Japão e lá chegando, foi logo abraçando todo mundo que ficava estático diante da sua efusividade.
Mas, com o decorrer das semanas, muitas senhoras já vinham ao seu encontro de braços abertos, pois disseram que o abraço que ele dava era maravilhoso e que se sentiam muito bem com aquilo.
Quem não gostou nada disso foi sua mulher (brasileira) quando ele voltou contando isso depois de 3 meses. hehehhe
Eu adoro abraços, mais que beijinhos.
Muito bom!
abraço carioca

R Lima disse...

Já vi este vídeo... perfeito. Sensível e humano.

Bjs,



Texto de hoje: veLa...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Carol Timm disse...

Rose,

Eu tenho sentido falta de muitos abraços, especialmente alguns, que considero inesquecíveis.

Mas sempre temos novos abraços por dar e receber.

O dos afilhados é sempre muito gostoso... E das madrinhas também é tudo de bom...

Beijos e uma grande abraço, cheio de energia posistiva para abraçarmos essa ainda quase nova semana com muita alegria!
Carol

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...