domingo, 14 de setembro de 2008

"CORAÇÃO NA MÃO"

Caso supostamente verídico sobre a primeira passagem
do jovem RAINER MARIA RILKE por Paris.
"O poeta costumava passear - acompanhado de uma garota - em uma praça onde havia uma mendiga com a mão estendida. A mulher estava sempre sentada no mesmo lugar, sem olhar os transeuntes nem implorar-lhes esmolas, e tampouco demonstrava ficar agradecida quando recebia algum donativo. Embora sua amiga amiúde lhe desse uma moeda, Rilke nunca dava esmola à mulher.
Certa vez, a jovem perguntou ao poeta o motivo pelo qual não lhe dava nada, ao que este respondeu:
- É o coração dela que precisa de um presente, não sua mão.
Alguns dias depois, Rilke depositou uma rosa na mão rachada da mendiga. Então aconteceu uma coisa inesperada: a mulher levantou o olhar e, depois de beijar efusivamente a mão do poeta, saiu do lugar brandindo a rosa. O lugar da mendiga permaneceu vazio durante toda uma semana e uma vez transcorrida voltou a ocupar seu espaço.
- Mas de que ela viveu todos estes dias, se não esteve pedindo na praça? - perguntou a garota.
E Rilke respondeu:
- Da rosa. "
Texto retirado de "Amor em minúscula",
romance de Francesc Miralles

6 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

“Sorella”,
Quase sempre a necessidade é primordialmente de afeto, carinho e compreensão; todas as demais necessidades são simples conseqüência da falte de AMOR entre os seres humanos. Recordo-me das belas e graves palavras da Isabelle Rivière, que qualquer dia desses publico:
“Todos os sofrimentos, todas as amarguras, humilhações, mágoas, ódios deste mundo são uma fome não saciada: fome de pão, fome de ajuda, fome de amor.”
Carinho eterno do amigo,
Benja.

Carol Timm disse...

Rose,

Também sinto que o AMOR é a maior necessidade de um ser humano. Sem isso, não há alimento que chegue, ou abundância que nos preencha.

O amor nutre da mais profunda forma que conhecemos às nossas necessidades...

Achei lindo esse texto, desses que a gente leva pela vida.

Beijos,
Carol

Lilás disse...

Isso aí!
Mais do que dinheiro essa gente precisa de carinho e as vezes um pequeno olhar e sorriso.

Querida amiga, aproveito para convidá-la a conhecer um espaço muito legal de uma outra amiga virtual que escreve lindamente.
O nome dela é Somnia na Suécia e os dois últimos posts dela são muito interessantes. Vai lá conferir, ok.

http://borboletapequeninanasuecia.blogspot.com/

beijão carioca

Tata disse...

Oi,
Adorei!Lindo texto!
De um pequeno gesto ela fez a alegria de uma semana toda!!!
É o amor!! Amor que está faltando hj em dia nas pessoas, o amor ao próximo! À olhar para o lado, enxergar o ser humano não é o bastante tem q se olhar a alma!!!
E a alma vive de pequenos afetos!
bjim

Marilac disse...

Querida Rose,
Eu li esse livro inspirada num post seu, e que leitura deliciosa.
Essa passagem me tocou muito.
O coração precisa de um presente!!!
Benja disse tudo :
"Quase sempre a necessidade é primordialmente de afeto, carinho e compreensão..."

Abraços e uma semana abençoada
com carinho,
Marilac

Michelle Dangeli disse...

Essa história nos deixa o exemplo do quão importante é o carinho, o amor. Tanto quanto a mendiga prefiro rosa`a moeda!!!!

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...