domingo, 7 de junho de 2009

BAILADO

( Porque dançar suave assim
é uma forma de sobrevoo...)

Em mim,
há uma alma que dança -
leve e solta
como curso de rio
em sua sonoridade branda...
E é tão doce senti-la assim!...
Por onde passa,
produz refrescância,
eternuriza sua canção...
Por isso, a vida,
em seu sentido,
é uma profissão de fé.
Seu ritmo sempre me apruma.
Por ele, sigo menina
e, feito bailarina,
danço na ponta do pé...
( Desconheço a autoria da imagem )

5 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Rose,
Pareço vê-la bailando com o vento,
pelo azul do céu ou por entre flores,
suave e delicada, feito colibri,
levando alegria, ternura e encantamento,
aos simples e pobres espectadores.
Beijo de carinho, irmã querida!
Do amigo,
Benja.

Blog do Óbvio disse...

Rose, o seu texto é tão delicado quanto um bailado. Muito lindo. Manoel.

Beth/Lilás disse...

Rose,
Que imagem linda e poesia idem.
Tenha uma linda semaninha.
bjs cariocas

Andrea disse...

Que linda poesia Rose!
Adorei a foto tb!
Seu blog é muito fofo.
Nem preciso dizer que me identifiquei muito com este post né? rsrsrsrs...
Bjs,Andréa.

Marilac disse...

Rose,
Como é bom sentir a alma assim leve, bailando feliz !!!
Que belo poema!
Dançar na ponta do pé, feito bailarina é tão gostoso reviver esse estado de alegria,voltei a ser uma menininha cheia de sonhos e encantada pelo que virá.

bjs
Marilac

obs: Que linda imagem vc selecionou.

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...