segunda-feira, 28 de abril de 2014

EM TUDO, O AMOR!

Pois  o amor resgata a pobreza,
vence o tédio, ilumina o dia
e instaura em nossa natureza
a imperecível alegria.

                                                                                  CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
( Foto de autoria desconhecida)

2 comentários:

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

"Grande coisa é o amor! É um bem verdadeiramente inestimável que por si só torna suave o que é difícil e suporta sereno toda a adversidade. Porque leva a carga sem lhe sentir o peso e torna o amargo doce e saboroso. O amor tende sempre para as alturas e não se deixa prender pelas coisas inferiores. O amor deseja ser livre e isento de todo apego mundano, para não ser impedido no seu afeto íntimo nem se embaraçar com algum incômodo. Nada mais doce do que o amor, nada mais forte, nada mais sublime, nada mais amplo, nada mais delicioso, nada mais perfeito ou melhor no céu e na terra; porque o amor procede de Deus, e em Deus só pode descansar, acima de todas as criaturas."
(Frei Tomás de Kempis)

Um grande beijo, Rose!
Ternamente,
Benja

Elisa dos sonhos disse...

O amor e o começo, de tudor.

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...