domingo, 27 de janeiro de 2008

QUINTESSÊNCIA

[ Ainda refletindo na travessia...]
Qualquer dia desses,
eu me detenho
e me convenço
a um
trans
bor
da
men
to
de mim -
aí então
será cheia
permanente,
enchente
de tréguas cristalinas,
abrindo paisagens fluidas
sobre velhos leitos escarnecidos.
Serei água -
meu elemento -
lavando em mim
traços descontínuos,
restos de manguezais
e descontentamentos;
darei festas de passagem
e convites peregrinos...
Qualquer dia desses,
dou a volta por cima
dos meus enganos
e faço planos de constelação:
subo em cauda de
cometa,
bordo luzes
nos meus olhos
e cumpro meu calendário
todo feito de essência...
O tempo que me aguarde...
Qualquer dia desses,
eu me desmancho em ternura
e me faço transparência
(antes que seja tarde...)

( Imagem de autoria desconhecida)

3 comentários:

[margarida] disse...

Qualquer dia desses, eu me desmancho em ternura e me faço transparência (antes que seja tarde...)
.
.
coisa linda isso!!
beijo!!!

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

Linda menina,
Que belas palavras!!!
Sinto-a se preenchendo de Deus em cada canto, em cada célula, em cada suspiro, em cada olhar.
Determinando uma transformação divina; o que me faz recordar as palavras do querido santo:
"Quando o coração do homem se enche de Deus, o mundo inteiro fica povoado de Deus. Levantas uma pedra e aparece Deus. Olhas para as estrelas e te encontras com Deus. O Senhor sorri nas flores, murmura na brisa, pergunta no vento, responde na tempestade, canta nos rios..."
Adoro quando escreve palavras suas!!!
Carinho sempre,
Benja.

Marilac disse...

Querida Rose,
Que lindo!!!
Já havia dito antes e repito :adoro quando vc escreve!
Este além de lindo é inspirador, eu também quero dar a volta por cima, quero me desmanchar em ternuras, quero subir em cauda de cometas...

Você já é toda ternura, seja muito muito Feliz!
bjs
Marilac

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...