sexta-feira, 7 de agosto de 2009

AMORES

( Porque o AMOR é sempre uma
forma de iluminação,
um roteiro claro de esperança
e um doce convite à poesia... )
Se há amores que brotam da alegria,
há aqueles que se forjam na dor;
e se fazem fortes e duradouros.
Sobretudo há brandura em sua expressão.
Resgatam sonhos e bondade
como se orquestrassem uma canção de querer bem.
São estrelas benfazejas
que nos constelam a alma
e abrem caminhos de amplidão...
Amores assim fazem festa de chegada
ainda que o tempo se arme em tempestade -
é que são certeza de alvorecer,
prenúncio de primaveras,
boa nova de ternura
no bebedouro da vida!
Transcendem, permutam,
restauram e comungam,
porque cada minuto
é uma urgência de infinito,
uma herança que se deixa
no olhar de plenitude,
um pérola que se molda,
passo a passo,
na emoção...
Há amores que chegam e passam,
levantando poeira.
Mas amores assim, não!...




4 comentários:

Beth/Lilás disse...

Que lindo!
Você está inspirada por este que é o maior símbolo do mundo - o Amor.
bjs criocas

Irmão Sol, Irmã Lua disse...

"Sorella",
Faço coro com a amiga Beth, pois penso que além de sofrer, como dizia Dostoievski, para escrever é necessário também ter inspiração.
Por isso, creio gostar tanto de ler suas palavras, sempre melódicas e reflexivas.
Um beijo de carinho do amigo,
Benja.

Marilac disse...

Rose,
Que lindo poema, como é maravilhoso um amor assim!
Reforço as palavras de Beth e Benja
" Você está inspirada"

bjs
com carinho e saudade,
Marilac

Rachan fada disse...

Lindo!!!Tanto a poesia quanto o blog...parabéns pelo bom gosto e pela sensibilidade...Belos dias pra ti!!!

Poderá também gostar de :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...